Eric Yuan, mais um bilionário da covid-19

É notório que a pandemia causada pelo vírus chinês arrasou economias pelo mundo afora. O PIB do Brasil caiu 9% e em alguns países da Europa a queda chegou a 2 dígitos França, Itália , Inglaterra Estados Unidos e Japão: todos tiveram quedas expressivas em seus índices econômicos.

Na contramão a China, epicentro do covid-19 viu o seu PIB crescer 11% e nenhum chinês aproveitou melhor essa “oportunidade gerada pela pandemia” do que Eric Yuan, acionista majoritário do aplicativo de vídeo chamada Zoom.

Eric que mora na Califórnia desde 1997 e tem cidadania americana entrou no clube dos bilionários com 10 dígitos. Sua fortuna atingiu a casa de 20 bilhões de dólares Mas apesar de morar nos Estados Unidos há mais de vinte anos e de usufruir   como ninguém as benesses do capitalismo americano,  Yuan continua fiel a ditadura chinesa. Recentemente excluiu contas de compatriotas chineses  que são opositores ao regime do seu aplicativo.

Com o mundo inteiro utilizando o Zoom – inclusive nós, do BrasilNordeste – vai saber que tipo de dados ele compartilha com o PCC (Partido Comunista Chines).
______________________________________
Eduardo Negrao @prof.eduardonegrao

{Foto: Business News Daily}

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *