JORNALISMO INVESTIGATIVO NA PRÁTICA


O Jornalista Investigativo Allan de Abreu, foi entrevistado pelos Jornalistas Sandro de Moura e Eduardo Negrão. O Jornalista precisa dominar conceitos do crime organizado, os desafios são grandes e o crime está mais “Sofisticado” segundo o jornalista Allan de Abreu, O Jornalista Eduardo Negrão pergunta sobre o caso de tráfico aéreo, Allan responde, “As condições totalmente precárias para a polícia Federal, sendo que um pouso a noite numa área a erma, em um meio de um canavial, os criminosos fortemente armados do PCC, tem quem ter coragem, inclusive um agente acabou falecendo nesta operação”

O Estado do Rio de Janeiro acaba sendo um laboratório do crime organizado, parte do território do rio está sem comando do poder público devido ao pouco efetivo para cobrir todo o estado, foi pensado em uma intervenção federal para o controle do estado.

Os órgãos colegiados, tomam decisões heterodoxias, como foi o caso da soltura a pouco tempo do traficante GG do Mangue, braço direito do Marcola, que nesta soltura ele parte para a Bolívia para potencializar o tráfico, e exportar pelo porto de Santos-SP toneladas de droga, assim faz que o PCC Primeiro Comando da Capital, fique milionário, só que descobrem desvio de dinheiro dentro do próprio PCC , desvio feito pelo GG do Mangue, então o traficante Marcola decide executá-lo, uma coisa que é inaceitável é desvio no PCC.

MILÍCIA BRASILEIRA

A Milícia carioca faz parcerias com facções criminosas, realiza até trabalhos de terzeirização, cobrando taxas de segurança nas comunidades, é um grande grupo criminoso unificado no Rio de Janeiro.

GOVERNO BOLSONARO

Tem uma nova gestão na Polícia federal que é a lavagem de dinheiro, assim sufocando aquela quadrilha organizada e extinguindo ela, com resultados consideráveis, um grande investimento do governo nesta área.

Agência FNI
Sandro de Moura e Mateus Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *