Ministério Público Eleitoral do Ceará ajuíza ações contra candidatos que poluíram as ruas com derramamento de santinhos

O Ministério Público Eleitoral (MPE) do Ceará ajuizou representações contra candidatos de diferentes municípios do Estado por promoverem propagandas irregulares no dia da eleição.

As ações são referentes ao derramamento de material de propaganda nas proximidades dos locais de votação. O material mais utilizado são os populares “santinhos” que são espalhados ao longo das vias de acesso das zonas eleitorais.

Infelizmente essa prática é recorrente em todo o Brasil e assimilada como uma estratégia de campanha pelos mais diversos partidos, indiferente da orientação ideológica.

A Justiça Eleitoral do Ceará procurou firmar acordos com representantes de partidos e coligações que disputaram o primeiro turno das eleições 2020, para que a sobra desses materiais de campanha fossem entregues na véspera da votação para evitar a poluição visual e ambiental e, até mesmo, o risco de acidentes. Mas muitos partidos não cumpriram o combinado, sujando a cidade numa última tentativa de promover seus candidatos.

Em Juazeiro do Norte foram dez ações ajuizadas pelo MPE. Em Crato as representações foram contra 43 candidatos, 13 partidos e 2 coligações. A multa prevista para esse tipo de crime pode variar de R$ 2.000,00 a R$ 8.000,00 – sem prejuízo da apuração com crime punível de detenção, de seis meses a um ano.

Cleber Araujo e Sandro de Mouta
Foto: Fábio Pozzebom/Agência Brasil
Fonte: Agência FNI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *