Eduardo Paes vence as eleições 2020 e volta à prefeitura do Rio com vitória esmagadora sobre Crivella


No domingo (29), as urnas confirmaram o índice de rejeição do governo de Crivella que as pesquisas eleitorais indicavam ao comparar as chances dos candidatos políticos na disputa pela prefeitura do Rio de Janeiro. Marcelo Crivella (Republicanos), que concorria à reeleição, foi derrotado em todas as zonas eleitorais do município carioca, perdendo o pleito para Eduardo Paes do partido Democratas.


Paes foi eleito com 64,07% dos votos úteis contabilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral, contra 35,93% de Crivella. Esse será o terceiro mandato de Eduardo Paes como prefeito da cidade maravilhosa, que logo após a vitória afirmou que o “Rio está livre do pior governo da história”. Em seu pronunciamento, Paes voltou a destacar o orgulho de ter governado o Rio entre os anos de 2009 e 2016.

“Queria deixar uma mensagem para todos os cariocas e dizer que eles terão um prefeito que vai dar o sangue e lutar muito. Aqui tem uma pessoa mais experiente do que aquela que ganhou as eleições aos 38 anos de idade em 2008 e que durante dois mandatos teve a honra e orgulho de ser prefeito do Rio”. Disse ele.


Apesar de contestarem o período administrativo de Eduardo Paes como prefeito, as lideranças políticas de esquerda declararam voto no candidato do DEM no 2º turno para derrubar o governo de Crivella – que não conseguiu reverter o placar eleitoral mesmo com apoio direto do presidente Jair Messias Bolsonaro.


Eleitores de outros quatro municípios do estado Fluminense também escolheram seus representantes nesse domingo. São João de Meriti foi outra cidade conquistada pelo partido Democratas com a vitória do Doutor João, que superou Leo Vieira (PSC) ao alcançar 56,83% dos votos úteis. Em São Gonçalo, Capitão Nelson (Avante) ganhou de Dimas Gadelha (PT) numa eleição apertada. O placar da votação ficou em 50,79% a 49,21%.


Já em Petrópolis, o político mais votado está com a candidatura indeferida. Mesmo assim Rubens Bomtempo (PSB) desbancou Bernardo Rossi (PL), conquistando 55,18% do eleitorado da cidade serrana. No Norte Fluminense Wladimir Garotinho, filho de Antony e Rosinha Garotinho, recebeu 52,40% dos votos dos munícipes de Campos de Goytacazes ao derrotar Caio Vianna do PDT. No entanto, a legitimação desse pleito está nas mãos da justiça, pois a candidatura de Wladimir também está sub judice.


Cleber Araujo – jornalista/ Rio


Foto: divulgação


Editor chefe: Sandro de Moura


Fonte: Agência FNI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *