Rodrigo Maia anuncia criação do movimento Câmara Livre para disputar presidência no Congresso Nacional


O Deputado Rodrigo Maio concedeu uma coletiva nessa segunda feira, onde voltou a reiterar que não iria disputar a presidência da câmara mesmo que tivesse ganhado o recurso encaminhado ao STF por ele e o presidente do Senado, Davi Acolumbre, para viabilizar a reeleição da presidência das respectivas casas legislativas. O presidente da Câmara fazia referência a uma entrevista na semana passada em que fez tal afirmação.

Em relação a sua substituição, Maia defende a criação de um movimento pela “Câmara Livre”, contando com a participação de alguns partidos, inclusive de esquerda, para escolha de um candidato que atue pela independência do legislativo, principalmente em relação ao executivo. Segundo ele, “o grande desafio é saber qual candidato mantém um bloco tão grande de pé até o dia da eleição” – que acontecerá em fevereiro.

Rodrigo Maia acredita que o Planalto vai trabalhar para interferir no processo de eleição na Câmara, para tirar a independência do Congresso Nacional, alertando que a participação do Governo Federal nesse processo vai ser enfrentada de forma majoritária para criar um caminho para separar o legislativo do executivo e do judiciário. Esse é o grande objetivodo nosso movimento, criar uma candidatura que mantenha a independência da casa e que a garanta que toda a sociedade esteja representada na câmara – concluiu Maia.

Cleber Araujo – jornalista/RJ

Foto: Maryanna Oliveira / Câmara dos Deputados

Editor chefe: Sandro de Moura Fonte: Agência FNI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *