Camilo Santana participa de reuniões em São Paulo para tratar de vacina contra a Covid-19


O governador do Ceará, Camilo Santana, conheceu de perto o trabalho desenvolvido no Estado de São Paulo para a imunização da população e reforçou a articulação para a inclusão da vacina produzida pelo Instituto Butantan no Plano Nacional de Imunização, além da disponibilização do imunizante para o Ceará. Na manhã desta terça-feira (15), a agenda oficial de Camilo contou com reunião com o governador João Dória, o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, e equipe do Governo. À tarde, o governador esteve reunido com diretores do Instituto Butantan. A pauta foi a produção da vacina da Covid-19, com direito a visita aos setores do instituto ligado ao Governo de São Paulo.

Camilo conversou a respeito da produção da vacina do Instituto Butantan e sobre a possibilidade de usá-la no Plano Nacional de Imunização, também discutido na última segunda-feira (14) na reunião que o governador teve com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em Brasília.

Para o chefe do Executivo cearense, é preciso garantir o início da imunização já a partir da liberação da primeira vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), independente de qual laboratório pertença. “Fiz questão de reforçar a importância do plano contar com todas as vacinas registradas, com distribuição simultânea para os estados, e que o início da vacinação seja o mais rápido possível, com a devida segurança”, destacou Camilo.

“O objetivo de todos nós, governadores, é garantir a vacinação para a população de nossos Estados, a população brasileira. E nós sabemos que o Butantan é uma instituição reconhecida no mundo inteiro pela sua expertise, inclusive como maior fornecedora de vacinas para o Ministério da Saúde. Por isso nós esperamos que a vacina produzida aqui seja incluída no Plano Nacional de Imunização; esse é o nosso desejo. E a nossa vinda aqui hoje é para firmar essa parceria, pois desejamos ter essa vacina o mais rápido possível no Estado do Ceará”, ressaltou o governador.

São Paulo pretende iniciar a vacinação dia 25 de janeiro de 2021 utilizando a CoronaVac – produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. O governante paulista reforçou a luta dos gestores no trabalho de garantir logo o imunizante para a população de seus respectivos estados. “Todos nós estamos irmanados na busca das vacinas, e especificamente neste caso da vacina do Butantan, para começarmos a imunização de todos os brasileiros, inclusive do seu estado, o Ceará”, pontuou João Dória em conversa com Camilo Santana.

Plano Nacional de Imunização

Continuando com a sua agenda em busca da oficialização e distribuição da vacina para o Ceará, Camilo retorna para Brasília nesta quarta-feira (16), para acompanhar o lançamento do Plano Nacional de Imunização, que será apresentado pelo Governo Federal.

“Defendo que o momento deve ser da união de todos, independente de questões partidárias ou ideológicas. O mais importante é a garantia da saúde da nossa população. E disso não abrirei mão”, defendeu o governador do Ceará.

Para antecipar a organização desse processo, o Governo do Ceará vem planejando a logística para, assim que as vacinas chegarem, iniciar a imunização da população. Para isso, o Estado já está trabalhando na aquisição de seringas e otimizou a compra de 147 novas câmaras refrigeradas para acondicionar as doses.

Fonte: Governo CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *