https://jc.ne10.uol.com.br/politica/2020/12/12011139-recife-fica-atras-de-outras-capitais-do-nordeste-em-ranking-da-sudene–confira.html


Segue até o domingo (27/12) o período de inscrição dos programas de residência médica e em área profissional de saúde para 2021. Os interessados poderão se inscrever em uma das mais de 1,5 mil vagas pelo www.upenet.com.br. Mais informações e o edital podem ser visualizados no portal da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) – portal.saude.pe.gov.br. Este ano serão ofertadas 903 vagas para os programas de residência médica e 621 para as áreas profissionais de saúde, nas modalidades uni ou multiprofissional.

 A documentação exigida pode ser encaminhada, via Sedex, até 28/12 para a Comissão de Concursos do Instituto de Apoio a Universidade de Pernambuco (Conupe-Iaupe), como descrito no edital. Para se inscrever, o candidato pagará taxa no valor de R$ 290 (residência em área profissional de saúde) ou R$ 490 (residência médica).

O processo seletivo será realizado em duas fases. Haverá prova para as vagas de residência médica no dia 15 de janeiro de 2021 e a da área profissional de saúde em 07/02/2021 – serão tomadas todas as medidas sanitárias em relação à Covid-19 para realização do certame. Além da prova, também será feita análise curricular.

Os resultados finais serão divulgados em 09/02/2021 (médica) e 19/02/2021 (área profissional de saúde). O início dos programas está previsto para 1º de março. Os residentes permanecerão em seus respectivos programas por período de 1 a 5 anos, no caso da residência médica, e entre 2 e 3 em área profissional de saúde. O valor da bolsa de residência é de R$ 3.330,43.

Dúvidas em relação ao processo seletivo poderão ser esclarecidas pelo e-mail iaupe.residenciamedica2021@gmail.com (residência médica) ou iaupe.residenciamulti2021@gmail.com (área profissional de saúde).

 

PROGRAMAS – A novidade para 2021 é a residência multiprofissional em Saúde Coletiva com ênfase em Agroecologia, com 8 vagas, na Universidade de Pernambuco (UPE) – Campus Garanhuns. O objetivo é formar sanitaristas para atuação nos diversos espaços de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), com o olhar da construção agroecológica e com a perspectiva da promoção da saúde nos territórios da V Gerência Regional de Saúde (Geres). Também foram ampliadas as vagas nas residências multiprofissional em Saúde da Mulher e de Fisioterapia Hospitalar, ambas em Petrolina.  Além disso, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) incluiu seus programas de residência multiprofissional nesse edital (programas em Saúde Mental, Intensivismo e Urgência e Emergência).

“Pernambuco é reconhecido no Brasil pelo seu polo de saúde e também na formação de recursos humanos para a área, sendo referência para todo o Norte e Nordeste. Ano a ano, a Secretaria Estadual de Saúde vem ampliando seus investimentos nessa modalidade de pós-graduação e, hoje, 71% de toda a verba para os programas de residência saem do tesouro estadual. Isso ratifica o empenho do Governo de Pernambuco para dotar os mais diversos equipamentos de saúde de profissionais capacitados e mostra a valorização que o governo Paulo Câmara vem dando à saúde dos pernambucanos”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

 

BALANÇO – Em comparação ao ano de 2014, houve uma ampliação de 63% em relação ao número de vagas ofertadas (932). No que se refere ao financiamento, para o ano de 2021, estão previstos R$ 123 milhões de investimento em bolsas de residência, sendo R$ 87 milhões (71%) do tesouro estadual, o que representa um acréscimo de R$ 1,3 milhões em relação ao ano anterior. Quando se compara a previsão de 2021 com 2014, houve um crescimento de 125% no valor total despedido (R$ 54,4 milhões em 2014).

Fonte: Governo PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *