Governador renova certificação digital: “Queremos um estado livre do papel”


Nesta segunda-feira (28), o governador Wellington Dias esteve na Agência de Tecnologia do Estado (ATI), que coletou a sua biometria para renovar a certificação digital pessoal, a jurídica como governador do Estado e para habilitar a de presidente do Consórcio Nordeste. A certificação digital torna-se cada vez mais necessária, principalmente para os gestores.

“Estamos trabalhando para ter um estado que caminhe cada vez mais para a área da tecnologia moderna. Dentro do programa Pro Piauí temos um eixo que é a pró-modernização para mais eficiência e queremos um estado livre do papel, onde possamos organizar uma base de dados para garantir a assinatura digital e dar mais segurança a todos os atos físicos e jurídicos”, disse Wellington Dias.

A certificação digital é usada para transmissão das obrigações acessórias junto à Receita Federal e à Caixa Econômica Federal. “Os certificados de pessoa física são usados na prestação de contas dos gestores junto ao Tribunal de Contas, inclusive empréstimos que o gestor tem que fazer para o estado e a carta de intenções também são assinados usando o certificado digital. Todo gestor, hoje, tem que ter o certificado digital e ele não se restringe à essa parte burocrática, a pessoa física tendo esse certificado tem acesso à Receita Federal”, explica Sérgio Ramos, responsável pela operacionalização da certificação digital na ATI.

Ainda de acordo com o técnico, houve o crescimento de emissão de certificados digitais, pois os novos sistemas desenvolvidos do Estado, da Justiça e do Governo Federal exigem. “Os que estão sendo emitidos em 2020, em sua maioria são uma renovação dos certificados de 2017, ano em que emitimos 528 certificados e nesse ano já está em 669. Os certificados são sazonais, válidos por um a três anos, e se fazem cada vez mais necessários”, afirmou Sérgio Ramos.

Fonte: Governo PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *