Secretário debate ações do Busca Ativa da Sasc com gestores dos territórios Entre Rios e Carnaubais


O secretário de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos, Zé Santana, participou, na manhã desta quarta-feira (13) de uma videoconferência sobre o Busca Ativa, programa da Sasc que visa identificar famílias vulneráveis que não são beneficiadas por programas do Governo Federal e aquelas que moram em locais muito isolados. Participaram do encontro a vice-governadora do Piauí e coordenadora geral do PRO Social, Regina Sousa; a superintendente de Direitos Humanos da Sasc, Janaína Mapurunga e cerca de 90 gestores e técnicos municipais dos territórios Entre Rios e Carnaubais.

Na oportunidade, o secretário Zé Santana, que coordena o PRO Social na Sasc, falou sobre a importância da união de esforços entre as pastas envolvidas na iniciativa. “Esse trabalho conjunto visa, acima de tudo, o máximo alcance dessas pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade e que precisam da atenção do Estado. O objetivo principal do Governo do Piauí e da Sasc é que esse público não fique esquecido, à margem da sociedade. Queremos que essa assistência não seja apenas de suprir, num momento emergencial, no custeio da alimentação, mas que, em paralelo a isso, nós possamos desenvolver, através de nossas diretorias e dos nossos serviços, trabalhos e ações para que essas pessoas saiam dessa situação de vulnerabilidade”, afirma.

O gestor também ressaltou o quão gratificante é este trabalho. “Para nós é sempre uma alegria realizar esses ações e poder contribuir para melhoria da qualidade de vida das pessoas e de promover mecanismos para que as famílias piauienses tenham cada vez mais dignidade”, diz.

O PRO Piauí Social tem cinco eixos principais: a promoção da segurança alimentar e sanitária para a população socialmente vulneráveis do estado do Piauí; fomentar economicamente pequenos empreendedores ou projetos que possam gerar renda; a ampliação da oferta de trabalho; a oferta de oportunidades de estágio remunerado, concessão de bolsas de estudo, pesquisa e extensão para estudantes de instituições públicas de ensino, e, por último,  a garantia de acesso à documentação para as famílias em situação de vulnerabilidade.

Fonte: Ascom Sasc
Fonte: Governo PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *