Diretoria de Primeiro Atendimento da Defensoria recebe cerca de 200 mensagens diárias de assistidos


A Diretoria de Primeiro Atendimento Cível da Defensoria Pública do Estado do Piauí tem recebido, em Teresina, cerca de 200 mensagens diárias neste início de ano. A procura é feita por assistidos pela instituição que querem saber sobre processos e também por demais pessoas que buscam a Defensoria pela primeira vez necessitando de atendimento e orientações sobre seus direitos. A diretoria fica na Unidade João XXIII da Defensoria Pública, na Avenida João XXIII, número 853, bairro de Fátima, em Teresina.

A assessora-técnica da Diretoria de Primeiro Atendimento Cível, Suellen da Costa Monteiro, explica que, devido à crescente demanda, algumas mensagens podem não ser respondidas de imediato, mas, com certeza, a pessoa terá um retorno no máximo em 48 horas. “É preciso que as pessoas compreendam que com o atendimento remoto não temos como ter a mesma agilidade de quando era somente presencial. Isso porque muitas vezes a pessoa faz contato com a gente quando está desempenhando alguma outra atividade e não tem como otimizar de imediato o fluxo de informações, assim é essencial que tenham um pouco de paciência quanto ao atendimento. O importante é que ninguém que nos procura deixa de ser atendido, ter um retorno para suas demandas”, ressalta a servidora.

A diretora de Primeiro Atendimento Cível, defensora pública, Patrícia Ferreira Monte Feitosa, reforça que, mesmo com a retomada gradual das atividades presenciais na instituição, a diretoria permanecerá priorizando os atendimentos remotos por questões de segurança tanto para os assistidos como para os servidores, já que persiste a pandemia da Covid-19. Ela destaca que, para as pessoas que residem em Teresina, os contatos podem ser feitos pelo telefone (86) 9 9426-1053 ou pelo email diretoriaatendimento@defensoria.pi.def.br., de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Patrícia Monte é a diretora de Primeiro Atendimento da Defensoria

A defensora reforça ainda que a Diretoria de Primeiro Atendimento está a postos para orientar e buscar resolver as demandas dos assistidos e que espera o entendimento de todos quanto às especificidades do atendimento remoto. “A Diretoria de Primeiro Atendimento Cível tem recebido vultoso número de mensagens de contatos no atendimento remoto, mas, ainda assim, em 48h conseguimos dar retorno e cadastrar os atendimentos e distribuir aos defensores públicos competentes. Assim, entendemos razoável o tempo e contamos com a compreensão dos assistidos que já têm as primeiras respostas logo no primeiro contato. Ressalte-se que, na nossa pesquisa de satisfação, mais de 70% dos entrevistados afirmam que nosso atendimento é excelente e mais de 20% afirmam ser bom. Enfim, estamos sempre monitorando a qualidade do atendimento para manter a qualidade do nosso serviço!”, acrescenta a diretora.

Deve procurar a Diretoria de Primeiro Atendimento Cível da Defensoria Pública, em Teresina, quem necessita de orientações e atendimento sobre alimentos, divórcio, guarda, investigação de paternidade, reconhecimento de paternidade e maternidade socioafetiva, interdição, suprimento de óbito, inventário, inventário negativo, retificações administrativas, alvará e usucapião.

Fonte: Governo PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *