Gestora da APA da Serra de Baturité participa do Fórum Social Mundial 2021


O Fórum Social Mundial (FSM) começou no último sábado (23) e segue até 31 de janeiro. Dia 28 (quinta-feira), contará com a participação do Ceará. A gestora, Patrícia Jacaúna, da unidade de conservação (UC) estadual, Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra de Baturité, participa do painel, dedicado ao meio ambiente, “Planos Locais de Biodiversidade e Mata Atlântica”que acontece das 19 às 21 horas.

Transformado pela realidade da pandemia, o FSM, considerado o maior contraponto ao Fórum de Davos e “uma das alternativas de redes de movimentos sociais que se organizam, cooperam entre si e promovem a solidariedade”, no seu 20º aniversário, está sendo realizado totalmente em formato virtual. Os painéis temáticos acontecem no espaço virtual: https://wsf2021.net.

Para o titular, Artur Bruno, da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), a participação de Jacaúna no FSM é também um reconhecimento aos projetos desenvolvidos pelo Governo do Ceará na área de conservação da natureza . “A gestora da UC trabalhou ativamente na criação do Refúgio da Vida Silvestre (REVIS) Periquito Cara-suja, em Guaramiranga, na escolha do Parque Estadual do Cocó, Parque Estadual Botânico do Ceará e Refúgio da Vida Silvestre (REVIS) Periquito Cara-suja, reconhecidas em 2020, por unanimidade, como Postos Avançados da Reserva de Biosfera da Mata Atlântica (RBMA), bem como da elaboração de planos municipais de Mata Atlântica”, disse.

Segundo Jacaúna, os municípios, conforme previsto na Lei nº 11.428/06 da Mata Atlântica, devem assumir sua responsabilidade na proteção e conservação desse “importante e estratégico bioma”, por meio de instrumentos de planejamento. “O principal deles é o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA)”, destaca. “O documento reúne e normatiza elementos necessários à proteção, conservação, recuperação e uso sustentável da Mata Atlântica”, explica. “As Prefeituras e os Conselhos Municipais de Meio Ambiente, que têm o bioma inserido em seus territórios devem elaborar e implementar o PMMA”, reforça.

O título de Posto Avançado da RBMA exige o atendimento de duas ou de três funções da RBMA: Conservação da Biodiversidade; Desenvolvimento Sustentável; Conhecimento Científico e Tradicional. O governo do Ceará, por meio da Sema vem investindo muito na conservação da nossa biodiversidade, tanto que em 2019, o Ceará, entre os 17 estados que possuem o bioma, foi quem menos desmatou a Mata Atlântica. “Os Postos Avançados são verdadeiras vitrines, demonstram na prática a implementação dos princípios do Programa de Meio Ambiente da Unesco em áreas protegidas, centros de pesquisa, núcleos de Educação Ambiental e outros”, afirma Bruno.

Saiba mais

O painel global de abertura do FSM, ocorrido sábado, dia 23, intitulado “Qual o mundo que queremos hoje e amanhã? – Não é o mundo de Davos!”, teve a participação de líderes mundiais que lutam contra a desigualdade e em defesa dos direitos humanos: a escritora e ex-ministra do Mali Aminata Dramane Traoré; da indígena hondurenha Miriam Miranda; do economista e um dos criadores da Internacional Progressista Yanis Varoufakis; do ambientalista indiano Ashish Kothari; e de Melike Yasar, do movimento das mulheres do Curdistão. Também teve a participação dos membros do Conselho Internacional do FSM, como Hamouda Soubhi, Rosy Zuñiga, Oded Grajew, Boaventura de Sousa Santos, Carminda Mc Lorin e de diversos representantes dos movimentos sociais pelo mundo.

SERVIÇO

Espaço Temático: Planos Locais de Biodiversidade e Mata Atlântica
Dia: 28 de janeiro de 2021(quinta-feira)
Hora: de 19h às 21h
Conecte-se: https://wsf2021.net ou pelo Facebook : @ANAMMABR

Fonte: Governo CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *