Resolução dobra o valor do auxílio-alimentação de magistrados alagoanos


Ampliação foi publicada pelo Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas

O auxílio-alimentação pago aos magistrados alagoanos teve um aumento de 100% neste período de pandemia. Na terça-feira (20), uma resolução com a ampliação do valor foi publicada pelo Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas no Diário eletrônico. O valor do auxílio era de R$1.500 e vai para R$3.000.

Pelo que consta no Diário de Justiça, “o valor mensal do auxílio-alimentação será equivalente a até 10% do valor do subsídio de Juiz de 1ª Entrância, ficando a implantação integral do auxílio condicionada à disponibilidade orçamentária e conveniência da Administração, observada a simetria constitucional com o Ministério Público e obedecida a limitação temporal da Lei Complementar”.

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Alagoas divulgou uma nota e disse que foi “surpreendido pelo aumento”.

“Enquanto os servidores do Poder Judiciário estadual travam uma longa luta pelo tratamento isonômico em relação a esse benefício e sofrem, neste momento, com descontos sobre essa verba indenizatória feitos em dias ‘imprensados’ pelo TJ, mesmo sendo, estes, compensados com aumento de carga horária em dias subsequentes”, diz o sindicato em nota.

Ainda conforme o sindicato, a resolução não apenas dobra o valor do auxílio-alimentação dos magistrados, como também o eleva ao patamar dos maiores valores pagos no país, junto com os do TJ de Roraima e do Amazonas.

Fonte: jornaldealagoas.com.br
Foto: Reprodução

Resolução dobra o valor do auxílio-alimentação de magistrados alagoanos

Ampliação foi publicada pelo Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas

O auxílio-alimentação pago aos magistrados alagoanos teve um aumento de 100% neste período de pandemia. Na terça-feira (20), uma resolução com a ampliação do valor foi publicada pelo Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas no Diário eletrônico. O valor do auxílio era de R$1.500 e vai para R$3.000.

Pelo que consta no Diário de Justiça, “o valor mensal do auxílio-alimentação será equivalente a até 10% do valor do subsídio de Juiz de 1ª Entrância, ficando a implantação integral do auxílio condicionada à disponibilidade orçamentária e conveniência da Administração, observada a simetria constitucional com o Ministério Público e obedecida a limitação temporal da Lei Complementar”.

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Alagoas divulgou uma nota e disse que foi “surpreendido pelo aumento”.

“Enquanto os servidores do Poder Judiciário estadual travam uma longa luta pelo tratamento isonômico em relação a esse benefício e sofrem, neste momento, com descontos sobre essa verba indenizatória feitos em dias ‘imprensados’ pelo TJ, mesmo sendo, estes, compensados com aumento de carga horária em dias subsequentes”, diz o sindicato em nota.

Ainda conforme o sindicato, a resolução não apenas dobra o valor do auxílio-alimentação dos magistrados, como também o eleva ao patamar dos maiores valores pagos no país, junto com os do TJ de Roraima e do Amazonas.

Fonte: jornaldealagoas.com.br
Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *