Comissão aprova projeto que torna obrigatória a realização de campanhas contra automedicação pelo SUS


Proposta altera a Lei Orgânica da Saúde na parte que trata da assistência terapêutica

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1108/21, que inclui, entre as atividades do Sistema Único de Saúde (SUS), a realização de campanhas permanentes de conscientização contra a automedicação, a fim de informar e conscientizar a população.

A proposta foi aprovada na forma do substitutivo apresentado pelo relator, deputado Dr. Zacharias Calil (DEM-GO), ao texto do deputado Geninho Zuliani (DEM-SP). O relator fez duas adequações.

O substitutivo altera a Lei Orgânica da Saúde na parte que trata da assistência terapêutica, enquanto a versão original modifica os objetivos do SUS. O projeto de Zuliani exige alertas para a automedicação relacionada a antibióticos, e o texto aprovado pela comissão estabelece que as campanhas visarão também os medicamentos de controle especial.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *