Inflação em São Luís fecha 2021 acumulado em 9,91%, puxado por alta na habitação e combustíveis

No Brasil, o índice do IPCA no ano foi de 10,06%, quase o dobro do teto da meta inflacionária.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação monetária, fechou o ano de 2021 em 9,91% em São Luís.

As principal alta no ano foi no setor de transportes, que foi fortemente afetado com o aumento no valor dos combustíveis. Logo atrás veio o setor de habitação que, em, 2021, foi impactado pela alta de preços no gás de cozinha e na energia elétrica residencial, no qual a taxa de inflação foi quase triplicada – em 2020, o acumulado no ano foi de 4,52%.

No Brasil, o IPCA fechou o ano em 10,06%, sob forte influência dos preços dos combustíveis, e ultrapassou em quase o dobro o teto da meta inflacionária do país, que é de 5,25%. Essa é a maior taxa acumulada no ano desde 2015.

IPCA em dezembro em São Luís
Em dezembro, em São Luís, o aumento no IPCA foi de 0,94%, puxado pelo setor de vestuário e artigos de residência. No Brasil, o índice foi de 0,73%.

O índice de dezembro foi acima do registrado no mês anterior (0,73%), com destaque para o item de vestuário, que foi impactado pela alta nos valores de vestido (+3,86%), bermuda/short masculino (+2,72%), bolsa (+3,95%), cueca (+3,84%) e tênis (+3,83%). Veja abaixo:

Alimentação e bebidas: 1,26%
Habitação: – 0,15%
Transportes: 0,90%
Saúde e cuidados especiais: 1,78%
Despesas Pessoais: 0,29%
Educação: 0,24%
Comunicação: 1,07%
Vestuário: 1,93%
Artigos de residência: 1,15%

O IPCA calculado pelo IBGE se refere às famílias com rendimento monetário de 01 a 40 salários mínimos e abrange 16 regiões: as dez principais regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e Brasília.

INPC de dezembro foi de 0,99%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) também apresentou alta em São Luís e registrou 0,99% no mês de dezembro, em comparação com o mês anterior (0,52%) No Brasil, a variação do INPC foi de 0,73%.

O INPC mede uma cesta de bens e serviços para famílias que possuem de 1 a 5 salários mínimos, sendo o chefe assalariado. É um índice de preços voltado a famílias de menor poder aquisitivo, pois a cesta de bens e serviços dele tem subitens mais essenciais e menos sofisticados que a cesta do IPCA.

Fonte: G1 MA
Foto: Reprodução / TV Mirante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *